geral@fitproject.pt       917 769 566
 

Monitores da Frequência Cardíaca são fiáveis?

Existem inúmeros monitores da Frequência Cardíaca no mercado, para todos os gostos e para todas as carteiras: desde 25 euros a mais de 500 euros.

Também diferentes tipos monitores cardíacos:

As Cintas: colocam-se junto ao tronco e simulam um eletrocardiógrafo. Neste grupo temos várias marcas e modelos bastante fiáveis.

As Bandas: usa-se no antebraço ou no braço. Estima-se a frequência cardíaca por leitura ótica.

Os de Punho: aqui são os “relógios”. Pelo mesmo mecanismo ótico que citei acima, estimam a frequência cardíaca. O “problema” é que alguns deles tem tecnologia bem antiga (e barata), outros são mais avançados e muito mais caros.

O que alguns estudos dizem:

1) Monitores de punhoO Applewatch é o que tem melhores performances, comparando com os outros modelos Fitbit Blaze, Garmin Forerunner 235 e TomTom Spark Cardio) para exercícios contínuos como: corrida ao ar livre, passadeira e bicicleta. Fazendo a comparação com o eletrocardiograma, e as cintas, os monitores de punho são os que têm menor rigor quando membros superiores são usados durante o exercício.

2) Bandas elásticas: os monitores óticos são colocados no braço ou no antebraço e não no punho. A eficácia de leitura depende da actividade física em questão.  Para corrida, ciclismo, e caminhada, funcionam bem. Mas se actividadde física implicar o uso dos membros superiores, como a natação ou remo, as cintas têm maior precisão de leitura.

3) Cintas: as cintas de boas marcas quando comparadas com um eletrocardiograma, a sua concordância varia entre 94,6 e 99,6%.

Resumindo:
Se for treinar ciclismo, corrida a grande maioria dos equipamentos serve, a escolha vai depender do número de características que pretende e quais são as que lhe mais interessam.

Se vai realizar actividades em que usa mais os braços, como o treino de força, remo, ou ténis, tenha atenção! Os Sensores de Punho podem dar informações menos precisas. E quanto maior a intensidade do esforço, mais alterados os valores dos sensores de punho [Thomsom et al].

Este tipo é mais um aparelho quando bem usado pode lhe servir para monitorizar o treino e ajuda-lo a melhorar o seu treino, mas nem sempre é 100% fiável. Recomendamos o investimento neste tipo de aparelho não só pelas caraterísticas acima referenciadas, mas também com sendo mais uma ferramenta para motiva-lo a treinar regularmente.

Bons treinos.